faceFim

É o fim do Orkut. O Google anunciou nesta segunda-feira (30) que vai encerrar as atividades da rede social em todo o mundo no dia 30 de setembro. A empresa alega que o crescimento de suas outras comunidades superou o do Orkut e que, por isso, ele será descontinuado.

Dez anos atrás, o Google mergulhou pela primeira vez nas redes sociais por meio do Orkut, que nasceu como projeto experimental de um engenheiro que deu nome à rede.

Ao longo da última década, YouTube, Blogger e Google+ decolaram, com comunidades surgindo em todos os cantos do mundo. O crescimento dessas comunidades ultrapassou o do Orkut. Por isso, foi decidido dizer adeus a ele.

Até seu fechamento, o Orkut continuará funcionando normalmente. Mas, a partir desta segunda, o site não aceitará novos cadastros.

Como salvar seu perfil
De acordo com o Google, os usuários existentes poderão exportar seus álbuns de fotos para o Google+, outra rede social da companhia, até 30 de setembro de 2014. Também será possível salvar, no computador, seus perfis, “scraps” (publicações de outros usuários deixadas na página), depoimentos e postagens usando a ferramenta Google Takeout. Isso poderá ser feito até setembro de 2016.

Antes das curtidas e das selfies
Lançado em 2004, o Orkut foi um dos maiores expoentes dos brasileiros de socialização pela internet. Recursos da rede social como depoimentos, scraps e comunidades permearam as relações virtuais no Brasil, onde, ao lado da Índia, o Orkut dominou a audiência por muitos anos.

Maior rede social do país até dezembro de 2011, o serviço perdeu força com o crescimento do Facebook naquele ano. Em outubro de 2011, quando ainda era líder no Brasil, o Orkut tinha 40,51% de participação, número 19,41% menor que o registrado em setembro de 2010 (59,91%).

Também em 2011, a chegada do Google+, tentativa do Google de bater de frente com a rede social de Mark Zuckerberg, polarizou o público do Orkut e ajudou a impulsionar seu declínio, apesar de ainda ter dificuldades para superá-lo. Prestes a completar 10 anos de vida, o Orkut teve 0,64% de todos os acessos a redes sociais no Brasil em dezembro de 2013. Já o Google+ angariou, no mesmo mês, 0,47% do total de visitas.

Leia abaixo a carta de despedida do Orkut na íntegra:
“Dez anos atrás, o Google mergulhou pela primeira vez nas redes sociais por meio do Orkut, que nasceu como projeto experimental de um engenheiro que deu nome à rede. As comunidades do Orkut deram forma a conversas e conexões que até então não existiam, antes mesmo que as pessoas soubessem o que eram ‘redes sociais’.

Ao longo da última década, YouTube, Blogger e Google+ decolaram, com comunidades surgindo em todos os cantos do mundo. O crescimento dessas comunidades ultrapassou o do Orkut. Por isso, decidimos dizer adeus ao Orkut e concentrar nossas energias e recursos para tornar essas outras plataformas sociais ainda mais incríveis para todos os usuários.

O Orkut será descontinuado no dia 30 de setembro de 2014. Até lá, não haverá impacto para os atuais usuários, para que a comunidade tenha tempo de lidar com a transição. Usuários podem exportar as informações do seu perfil, mensagens de comunidades e fotos usando o Google Takeout (disponível até setembro de 2016). A partir de hoje, novos usuários não podem criar novas contas no Orkut.

O Orkut pode estar indo embora, mas todas as incríveis comunidades criadas pelos usuários vão ficar. Um arquivo com todas as comunidades públicas ficará disponível online a partir de 30 de setembro de 2014. Se você não quiser que seu nome ou posts sejam incluídos no arquivo de comunidades, você pode remover o Orkut permanentemente da sua conta Google. Para ter mais detalhes, por favor, visite a Central de Ajuda.

Foram 10 anos inesquecíveis. Pedimos desculpas para aqueles que ainda utilizam o Orkut regularmente. Esperamos que vocês encontrem outras comunidades online para alimentar novas conversas e construir ainda mais conexões, na próxima década e muito além.”

Fonte: G1