28184731341398Bluetooth é o nome dado à tecnologia de comunicação sem fio que permite a transmissão de dados e arquivos de maneira rápida e segura através de diversos tipos de dispositivos. Mas você já parou para pensar porque a tecnologia Bluetooth tem esse nome?

Quem conta a história do significado é Jim Kardach, que ajudou a criar a Bluetooth SIG (The Bluetooth Special Interest Group) – uma associação privada sem fins lucrativos que comanda o desenvolvimento da tecnologia – ao site de notícias EE Times.

Kardach relata que, em 1996, uma série de empresas procuravam padronizar a indústria em torno de um link de rádio de curto alcance para fazer conexões entre dispositivos, como smartphones, computadores, teclados, mouses, fones de ouvido, entre outros. Hoje tudo isso parece óbvio, mas, na época, nem existia.

 

 

 

28184940915400

União de tecnologias

A Intel contava com um programa chamado Business-RF; a Ericsson mantinha um chamado MC-Link; enquanto a Nokia contava com um programa chamado Low Power RF. As empresas estavam em discussão para descobrir qual a melhor maneira de conduzir um único padrão sem fio na indústria, a fim de evitar a fragmentação das tecnologias nesta área.

Logo, tornou-se evidente que era preciso manter um único nome para a tecnologia a fim de evitar confusões.  Em dezembro do mesmo ano, todos os envolvidos da SIG reuniram-se na fábrica da Ericsson, na Suécia, a fim de obter o acordo final da sociedade. E foi aí então que a Intel propôs que o SIG deveria ser chamado pelo codinome Bluetooth até a equipe de marketing apresentar o nome formal para a tecnologia.

28185843877407

Porque Bluetooth

Kardach também explica que o nome Bluetooth foi emprestado do rei Harald Blåtand (Bluetooth, em inglês), segundo rei da Dinamarca que, a partir do século 10, tornou-se famoso por unir a região da Escandinávia. Segundo ele, essa também era a intenção da tecnologia: unir o PC e a indústria de smartphones com uma ligação sem fios de curto alcance.

O nome Bluetooth seria portanto uma homenagem ao rei. Alguns estudiosos acreditam que o cognome tenha origem em duas palavras dinamarquesas: “Blå”, que significaria “homem de tez escura”, enquanto que “tan” significaria “homem notável”.

Logo, o cognome original significaria “homem notável de tez escura”. Porém, com o tempo o significado original teria sido substituído pelo significado fonético moderno, “dente azul”. Entretanto, a crença popular indica que o monarca realmente possuía uma cor azulada nos seus dentes.

 

 

Fonte: TechMundo