8695-9230-Dell-Alienware-M14x-Features-Specifications-Release-date-Price

Um dos nomes mais lembrados quando o assunto é PC gamer está de volta ao Brasil. A Dell resolveu relançar a marca Alienware no país. Para dar o pontapé inicial, a companhia está trazendo dois laptops: o Alienware 15 e o Alienware 17, com telas de 15 e 17 polegadas, respectivamente. Apesar do número reduzido de modelos, dá para dizer que essa é uma reestreia em grande estilo. Ou, pelo menos, uma reestreia grande nos preços.

Os primeiros equipamentos com selo Alienware chegaram oficialmente ao território brasileiro em 2009. A Dell lançou outros modelos da marca no país nos anos seguintes, mas não por muito tempo: no finalzinho de 2012 já era praticamente impossível encontrar um computador Alienware por aqui, com possível exceção para laptops trazidos por importadores.

A Dell nunca deixou claro o porquê de ter parado de lançar computadores Alienware no Brasil. A saída foi feita de fininho, aos poucos, dando a impressão de que a qualquer momento modelos novos lançados nos Estados Unidos seriam anunciados também por aqui. Mas não foram.

É provável que a empresa simplesmente não tenha alcançado o volume de vendas esperado para o mercado brasileiro. Naquela época, os equipamentos Alienware já chamavam atenção pela robustez, sofisticação e performance, fatores que, obviamente, tinham efeito direto sobre os preços: ao menos no Brasil, os modelos da marca nunca foram baratos.

O que explica o retorno da Alienware nesse período em que enfrentamos dólar alto, queda nas vendas do varejo, panorama político instável e afins? No evento de lançamento, que aconteceu na manhã de hoje em São Paulo (SP), o pessoal da Dell disse que o momento é propício, apesar da situação de crise: há 33 milhões de gamers no país (mas certamente essa conta inclui os jogadores casuais), o nome Alienware é uma marca bastante procurada no Google Brasil e a comunidade global Alienware registra atualmente mais de 125 mil participantes brasileiros (apesar da até então ausência da marca por aqui), argumentaram os executivos.

Fato é que temos mesmo um público gamer bastante atuante no Brasil. Apesar do atual cenário de aumento de preços, ainda há muita gente disposta a investir uma boa grana para ter um PC de ponta para jogar. Eu não tenho dúvidas de que a Dell está de olho nessa galera.

Se essa turma está mesmo disposta a desembolsar uma quantia expressiva para ter um Alienware, é cedo para sabermos, mas a Dell está apostando nisso: o Alienware 15 tem preço sugerido de R$ 9.999 na versão mais básica. No caso do Alienware 17, os preços começam em R$ 13.299. As versões mais completas chegam bem perto dos R$ 20 mil. O bolso até implora por piedade…

Em termos de desempenho, um gamer bem exigente provavelmente considerará a versão de entrada do Alienware 15 uma máquina mediana, mas não desprezível: ali dentro há um processador Intel Core i5 6300HQ (de sexta geração), 8 GB de RAM DDR4, GPU Nvidia GeForce GTX 965M com 2 GB de GDDR5, HD de 1 TB com 7.200 rpm e bateria de 92 WHr (oito células). Relembrando, a tela, do tipo IPS, tem 15 polegadas (na verdade, 15,6 polegadas) e vem com resolução full HD.

Mas também dá para incluir aí processador Intel Core i7 6700HQ ou Core i7 6820HK, até 32 GB de RAM, GPU GTX 970M (3 GB) ou GTX 980M (8 GB), SSD e tela com resolução ultra HD (3840×2160 pixels).

Complementam as especificações teclado com retroiluminação LED colorida (que você pode configurar para mudar de cor conforme os acontecimentos de um jogo, por exemplo), porta HDMI, três portas USB 3.0, uma porta USB-C (integrada com Thunderbolt de 40 Gb/s), conexão Gigabit Ethernet, Wi-Fi 802.11ac e Bluetooth 4.1.

Ah, o sistema operacional é o Windows 10 Home.

Tendo tela de 17,3 polegadas, o Alienware 17 de longe chama atenção pelo tamanho, embora ele não pareça muito maior que o Alienware 15: o equipamento mede 43 x 29,1 cm x 2,39 e tem 3,78 quilos de peso. Definitivamente, esse não é o tipo de notebook que você fica levando para lá e para cá a todo momento

Nas especificações, você pode equipar o Alienware 17 com processador Intel Core i7 6700HQ ou Core i7 6820HK (novamente, de sexta geração), até 32 GB de DDR4, chip gráfico Nvidia GTX 970M (3 GB) ou GTX 980M (8 GB), HD de 1 TB combinado ou não com SSD, além de tela com resolução full HD ou ultra HD.

Os demais itens são praticamente os mesmos presentes no Alienware 15, incluindo a bateria de 92 WHr e a versão do Windows. Como dá para notar, as principais diferenças entre ambos os modelos estão mesmo nas dimensões e em pequenos detalhes, como o teclado: por ser maior, o Alienware 17 vem com teclas numéricas. No geral, as opções de hardware para os dois pouco diferem.

Para incrementar os notebooks, a Dell oferece acessórios opcionais específicos para a jogatina de cada dia, como headset Logitech G430, mouse Roccat Kova, monitores e até uma mochila Alienware Vindicator que custa somente R$ 999.

Mas o item que mais atrai os olhares é o Alienware Graphics Amplifier, basicamente, um gabinete que esconde uma GPU (no Brasil, há somente opções da Nvidia). A ideia é que você use o equipamento para aumentar a capacidade gráfica da sua máquina, simples assim (só funciona com computadores Alienware, vale dizer).

O preço? A partir de R$ 1.499.

Tanto o Alienware 15 quanto o Alienware 17 já estão disponíveis nos canais oficiais da Dell no Brasil (site e televendas), além de algumas redes varejistas. Ficou sentindo falta de mais opções? A Dell não trouxe os desktops Alienware.

A companhia não descartou a ideia de lançar esses equipamentos por aqui e outros modelos de laptops, mas deixou claro no evento que só o fará se a demanda pelos notebooks mostrar que há espaço para mais opções.

Sabe o que isso significa? Que a Dell está sim arriscando ao relançar a marca Alienware no Brasil em um momento tão delicado, mas não muito.

Fonte: Tecnoblog

Publicado por Ascom

Assessoria de comunicação da empresa VirtualLink.