flash-firefox

A mudança começa a funcionar no mês que vem, e é semelhante ao que vem acontecendo com os navegadores da Google e da Microsoft, segundo o anúncio que foi feito pela Mozilla nesta quarta-feira, 20, o Firefox vai passar a bloquear conteúdos Flash que “não são essenciais para a experiência do usuário”.

O objetivo dos navegadores é garantir que o maior número de sites possível utilize o HTML5, que é mais seguro e mais rápido que o Flash, além de consumir menos memória e aumentar a autonomia da bateria dos dispositivos. A empresa ainda diz que a mudança será capaz de reduzir as chances de o browser travar em 10%.

A empresa  recomenda que os desenvolvedores comecem a mudança o mais rápido possível.

 

Fonte: Olhardigital

 

Publicado por Ascom

Assessoria de comunicação da empresa VirtualLink.