569054-lg-88-inch-8k-oled-tv

(Imagem: divulgação)

Enquanto tecnologias como o 4K ainda não estão muito próximas de se popularizarem, a indústria já pensa na evolução delas. A resolução 8K já foi usada em telas gigantes, mas pela primeira vez foi colocada em um display de “apenas” 88 polegadas.

A tela é uma evolução da TV OLED de 77 polegadas da LG, que tem resolução 4K e custa US$ 20.000. A coreana não deu preço para o novo modelo, mas espera que o conhecimento adquirido no seu desenvolvimento auxilie na criação de novos televisores 8K no futuro, de acordo com o Engadget.

OLED significa diodo orgânico que emite luz (organic light-emitting diode) e atualmente é a tecnologia mais avançada para a fabricação de qualquer tipo de tela, seja para TVs, computadores, telefones celulares ou para seu videogame portátil favorito. Diferente do LCDPlasma ou LED, o OLED consome bem menos energia, é mais leve, fino, oferece ângulos de visão maiores com melhor brilho e contraste, além de reproduzir cores muito mais naturais do que qualquer tela que você já viu no mercado. Seu princípio de funcionamento é baseado, entre outros, em materiais feitos de carbono que, ao serem estimulados por um campo eletromagnético, emitem as luzes azul, verde e vermelho, que é o que todo display necessita para criar as imagens.

Porém, também há desvantagens como em qualquer tecnologia. Devido ao material orgânico utilizado no OLED, ele acaba tendo vida útil reduzida, estimada em cerca de 14 mil horas com uso moderado do brilho. As telas de LCD e LED, por exemplo, têm em média vida útil de 25 a 40 mil horas. Outros pontos negativos estão relacionados à pouca resistência à água e à perfomance em ambientes abertos muito iluminados.

Atualmente, a LG é a maior empresa do mundo a apostar em TVs OLED – a Samsung, que era a principal concorrente no setor, decidiu investir em telas QLED. A coreana não está para brincadeira e pretende manter o topo do segmento por um bom tempo, e inclusive anunciou recentemente a construção de uma fábrica de telas OLED na China.

Publicado por Ascom

Assessoria de comunicação da empresa VirtualLink.