suse_367475_full

Imagem: reprodução

A liberdade de usar o software para qualquer finalidade, juntamente com a liberdade de redistribuir as suas modificações formam alguns dos pilares do software livre e a SUSE soube como oferecer ao público essas possibilidades da forma mais simples possível através do SUSE Studio, uma ferramenta que agora está com os dias contados.

Para quem não está familiarizado, o SUSE Studio é (ou era) um projeto da SUSE, uma das maiores empresas do mundo a trabalhar diretamente com Linux como cerne dos projetos, assim como Red Hat e Canonical, que permitiam que qualquer um com o mínimo conhecimento técnico pudesse gerar um sistema Linux personalizado (ou distribuição) baseada no SUSE ou openSUSE.

O caso é que SUSE anunciou que está fechando o SUSE Studio, mas ao contrário do que muitos pensavam, a empresa na verdade vai convergir o serviço com o sistema Open Build Service, criando algo melhor e aprimorado, ideal para quem precisa criar appliances do SUSE para uso corporativo ou qualquer outra atividade.
O OBS (Open Build Service) era usado até então apenas para gerar softwares que rodavam nos sistemas Linux, mas não para criar o sistema operacional em si.
Agora quem usava ou gostaria de utilizar o SUSE Studio precisa ir para este endereço, a partir dali será possível criar os novos projetos.
A empresa informou que desde o dia 15 de Fevereiro os projetos começaram a ser desligados e as pessoas interessadas que possuíam projetos lá deveriam fazer a migração de plataforma através de um tutorial disponibilizado no site oficial.

Publicado por Ascom

Assessoria de comunicação da empresa VirtualLink.